quarta-feira, 8 de julho de 2009

Aplausos com "Som e Furia".

A melhor coisa exibida na tv aberta em muito tempo!

O mais foda é que o inequivoco tom de sátira não atenta contra a construção dramatúrgica dos personagens e da trama.

Toda a noção da relação entre o artista e a arte contida numa única sequencia, a do flashback com Rangel, Felipe e Andrea. Pessoas se conectando e até encontrando o amor através da arte, meio pelo qual td e qualquer pessoa encontra um pouco de grandiloquencia, sente-se um pouco Deus, por isso a descrença que td artista tem de que algo exterior possa determinar o seu caminho.

O universo teatral esteve todo retratado com uma fidelidade tremenda nesse primeiro episodio: A verdadeira histeria que precede uma estréia; o comprometimento, a entrega e a visão de que isso é intrinseco ao sentido da propria existencia dos envolvidos... As neuras, as superstições... E o embate da galera da arte com os manés da administração.

A cena do funeral foi a sequencia mais engraçada que vi até agora esse ano, em qlq meio.
Eu me embolei de tanto dar risada... uma riqueza em todos os sentidos !, só de lembrar já me acabo de rir .. pow fala serio até piada de bebado.. quem guenta ?

O texto suscita escracho, dramaticidade, estupor, metalinguagem, intertextualidade (caraleo, o nome do crítico é Barbaro, porra! Barbara Heliodora, apesar da crítica fela da puta q é, merece a homenagem)... Em sincronia e reflexo do que é "viver" teatro. Tudo sublinhado pela excelente direção de Meirelles.

E o elenco... Puta que o pariu. IRRETOCÁVEL!!!!

Alguem santifique o santo nome de Andrea Beltrão.

Felipe Camargo, mas quem diria, hein?
-
Por fim.. mais aplausos para o trecho de Macbeth recitado pelo Felipe, que a proposito foi maravilhoso, divino .
-
" Farto de tudo, clamo a paz da morte
Ao ver quem de valor penar em vida
os mais inúteis com riqueza e sorte
e a fé mais pura triste ao ser traída
honras a quem vale nada
a virtude prostituída
a perfeição caluniada
a força, enfraquecida
E o déspota calar a voz da arte
E o néscio, feito um sábio, decidindo
Farto de tudo, penso. Parto sem dor
Mas, ao partir, deixo só o meu amor. "
* * *

6 comentários:

Anônimo disse...

Eu adoroo Som e Furia..
e lembro de vc a cada vez que eu assisto..
é bem sua cara.. sua vida no teatro.
não há como esquecer de vc vendo a serie..

Anne Feitosa .

Anônimo disse...

Leo..
eu me acabei de rir tbm na cena do velorio.. ahuahua
divina como diz vc.
parabens pelo texto.. concordo em tudo

Thiago Fontes

Anônimo disse...

Meu primo, esse trecho de Macbeth q vc postou é fabuloso
mas ainda não tinha visto uma interpretação tão linda quanto a de Felipe.
me fez lembrar de vc nos testes de elenco, pq ate onde eu lembro vc só fala um texto : " Ultimatum" de Álvaro de Campos ..

kkkkkkkkk

vamos mudar o texto, pra passar em outros testes ???

Beijo da prima
Sarah Santolli

Sarah santolli.

Léo Santolli * disse...

Eu amo ver S&F.. fato !

Anne é msm a minha cara.. e em dia de estreia eh a msm coisa.. sabe akele grito que a Andrea fez no 1º episódio.. " Bata na porta ao entrar".. kkkkkkkk eu tenho um chilikes iguais !

Thiago.. se meu volorio for daquele jeito e vc permitir.. eu volto pra puxar o seu pé..

Sarah.. eu nem vou comentar sobre o Alvaro.. ahuahuahuahua
lembra da dificuldade para decorar ?

Carol disse...

Ola, adorei seu blog...eu so assisti o dia do Hamlet, pois estava viajando e tbm amei Som e Fúria.
Bjo

Biiina disse...

Leandro, adorei seu Blog, assim como adorei Som & Fúria, há boatos de que vai voltar no ano que vem, com uma nova temporada. Esperamos que seja verdade. Rs. Sobre o elenco maravilhoso não há o que discutir. Adorei o fato de usarem a TV Aberta pra levar Shakespeare às pessoas de um modo tão leve e divertido. A melhor minissérie que eu assisto em tempos.

Abraço, Biiina.

Mais lidos

Blog Archive

Minha lista de blogs

Followers

-
De mim, sabe-se apenas que respiro
-

Recent Comments